terça-feira, 14 de outubro de 2008

Poetas Alentejanos

SONHO COLORIDO


Se eu fosse um pintor
Pintava o ódio da cor do amor.
Pintava a fome da cor da abundância.
Pintava a tristeza da cor da alegria.
Pintava a severidade da cor da tolerância
Pintava a mentira da cor da verdade.
Pintava a dor da cor do alívio.
Pintava a desventura da cor da felicidade.
Pintava o vício da cor da virtude.
Pintava o egoísmo da cor da nobreza.
Pintava a doença da cor da saúde.
Pintava a ignorância da cor da sabedoria.
Pintava os políticos da cor do acordo.
Pintava a guerra da cor da harmonia.
Se eu fosse um pintor...
Pintava o Mundo da cor do Amor!

JOSÉ ANTÓNIO PAIS

3 comentários:

Luciana disse...

Olá...
Hj estava olhando o início do meu blog e vi que a primeira mensagem foi você quem deixou... Eu nunca tinha atinado para isso, então vim aqui te agradecer por ser a primeira... Obrigada mesmo viu!!!
Beijos

nice disse...

Lindo amiga, que essas frases encontre a sua realidade e possam nos agraciar a todos.
Uma semana maravilhosa.
Abraços

Nice

Vanessa Guerra disse...

quem me dera ser assim alentejana para a poesia amiga.. fantastico.. adorei.. beijocas..